top of page

Junho Violeta e a prevenção do ceratocone

Atualizado: 18 de jun.


Campanha Junho Violeta

Junho é o mês de conscientização sobre o Ceratocone, uma doença que afeta a córnea e pode levar à perda significativa da visão se não for diagnosticada e tratada precocemente.

A campanha "Junho Violeta", criada pela Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), tem como objetivo informar a população sobre a doença, seus riscos, métodos de diagnóstico e as opções de tratamento disponíveis.


O que é Ceratocone?

O Ceratocone é uma doença degenerativa que causa o afinamento e abaulamento da córnea, alterando sua forma natural de uma esfera para um cone. Essa distorção da córnea provoca visão distorcida, embaçada e sensível à luz, além de aumentar a incidência de astigmatismo e miopia.


Causas e Prevenção do Ceratocone

Embora as causas exatas do Ceratocone ainda sejam investigadas, alguns fatores de risco já foram identificados:

  • Hereditariedade: Pessoas com histórico familiar da doença apresentam maior propensão a desenvolvê-la.

  • Hábito de coçar os olhos: O atrito frequente na córnea pode causar e acelerar a progressão da doença.

  • Alergias oculares: O ato de coçar os olhos em decorrência de alergias pode ser um fator de risco.


Evitar coçar os olhos é crucial para a prevenção do Ceratocone.

Além disso, outros hábitos podem ajudar a reduzir o risco da doença:


  • Uso de colírios específicos para alergia ocular, quando necessário.

  • Higienização da raiz dos cílios com shampoo neutro infantil diariamente (ajuda na coceira e olho seco)

  • Evite dormir de lado ou de costas, evitando a pressão sobre os olhos.

  • Realize exames oftalmológicos periódicos, especialmente se você apresenta os fatores de risco que mencionei acima.



Diagnóstico e Tratamento do Ceratocone em Curitiba

O diagnóstico do Ceratocone é feito por meio de um exame oftalmológico completo, que inclui topografia corneana, paquimetria e retinografia.


O tratamento varia de acordo com a gravidade da doença. Nos casos mais leves, o uso de óculos ou lentes de contato pode ser suficiente para corrigir a visão. Já em casos mais avançados, procedimentos como crosslinking e anel intracorneano podem ser necessários para estabilizar a córnea e retardar a progressão da doença.

Em casos graves, o transplante de córnea pode ser a única opção para restaurar a visão.


Se no diagnóstico identificarmos que a doença está em progressão, podemos estabilizá-la com o Laser de Crosslinking.


Cuide da saúde dos seus olhos e procure um oftalmologista se você notar qualquer alteração na sua visão. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são essenciais para prevenir a progressão do Ceratocone e preservar a sua visão.


Lembre-se: Sua visão é preciosa. Cuide dela!

⚕️| Dra. Bianca Valduga Guareschi - CRM/PR 35673 e RQE 25735

Comments


bottom of page